Arquivo de Notícias

15.08.2015

Maciel Melo canta e conta a sua história

O cantor, compositor e poeta Maciel Melo, de Iguaraci, Pernambuco, lança seu primeiro livro A…
Leia mais

15.08.2015

Magno Martins lança livro que retrata a seca

O ano de 2013 foi marcado por uma das maiores secas que castigou Pernambuco. Após percorrer…
Leia mais

15.08.2015

Antônio Vilaça e Marcos Vinicios Vilaça são os homenageados em Limoeiro

Membro da Academia Brasileira de Letras (cadeira 26), sócio correspondente da Academia das Ciências de…
Leia mais

13.08.2015

A força e o sonho de Umbilina

O jornalista e premiado escritor Cícero Belmar apresenta na I Bienal de Limoeiro o seu livro…
Leia mais

13.08.2015

A literatura confessional de Carrero

O escritor, articulista e jornalista Raimundo Carrero, nascido em Salgueiro (PE), é um dos destaques da…
Leia mais

A literatura confessional de Carrero

O escritor, articulista e jornalista Raimundo Carrero, nascido em Salgueiro (PE), é um dos destaques da I Bienal do Livro de Limoeiro. O homem de hábitos e fala simples irá apresentar o romance confessional O Senhor Agora Vai Mudar de Corpo, que tem alcançado uma ótima repercussão em todo o País. A obra é uma análise do acidente vascular cerebral (AVC), que ele sofreu em 2010 e de cujas sequelas ainda está se curando. A sessão de autógrafos será no sábado, às 18h.

Raimundo Carrero é o grande homenageado da Feira Internacional do Livro de Pernambuco

Raimundo Carrero é uma das atrações da Bienal do Livro de Limoeiro

Além do lançamento do livro, os visitantes poderão desfrutar dos ensinamentos do mestre durante os encontros da oficina literária. Intitulada A Sedução do Leitor, a iniciativa pretende discutir e revelar os segredos da narrativa em Machado de Assis e Graciliano Ramos. “Sobretudo em Dom Casmurro e em Vidas Secas, que são romances eminentemente técnicos de dois dos autores mais importantes do Brasil, cujas habilidades técnicas por algum motivo foram esquecidas pelos professores e alunos. É preciso retomar tudo isso para que nós possamos colocar a literatura no lugar da literatura. A literatura é arte”, analisa.

Carrero reconhece a dificuldade que é a literatura fazer-se presente no interior. “Temos na verdade poucas livrarias no interior e o hábito da leitura é reduzido. E isso é algo que atinge não só o interior, mas o Nordeste em geral e mesmo o Brasil.” O escritor lembra ainda que a participação dos familiares é determinante. “Só se é um bom leitor por hábito e não por indicação do professor. Os educadores têm uma contribuição riquíssima a dar à literatura, mas é preciso também que os pais e a família se conscientizem de que o hábito é adquirido em casa. O papel da família é decisivo”, argumenta o romancista.