Notícias

Arquivo de Notícias

15.08.2015

Maciel Melo canta e conta a sua história

O cantor, compositor e poeta Maciel Melo, de Iguaraci, Pernambuco, lança seu primeiro livro A…
Leia mais

15.08.2015

Magno Martins lança livro que retrata a seca

O ano de 2013 foi marcado por uma das maiores secas que castigou Pernambuco. Após percorrer…
Leia mais

15.08.2015

Antônio Vilaça e Marcos Vinicios Vilaça são os homenageados em Limoeiro

Membro da Academia Brasileira de Letras (cadeira 26), sócio correspondente da Academia das Ciências de…
Leia mais

13.08.2015

A força e o sonho de Umbilina

O jornalista e premiado escritor Cícero Belmar apresenta na I Bienal de Limoeiro o seu livro…
Leia mais

13.08.2015

A literatura confessional de Carrero

O escritor, articulista e jornalista Raimundo Carrero, nascido em Salgueiro (PE), é um dos destaques da…
Leia mais

13.08.2015

Nelson Ferreira: o dono da música

Jornalista Ângela Fernanda Belfort relata histórias desde o início da carreira do compositor de Evocação nº…
Leia mais

28.07.2015

Alunos foram incentivados a estudar e escrever sobre a vida e obra literária de Antônio Vilaça

O município de Limoeiro, em parceria com a Andelivros, realiza a sua I Bienal do Livro…
Leia mais

09.06.2015

Bienal do Livro de Limoeiro é lançada nesta terça-feira

O município de Limoeiro, em parceria com a Andelivros, lançou na manhã desta terça-feira (9),…
Leia mais

09.12.2014

I Bienal do Livro de Pesqueira começa nesta terça-feira, 09.12

A magia dos livros vai contagiar os leitores do Agreste e do Sertão pernambucano, no…
Leia mais

04.12.2014

Arnaud Mattoso lança Carcará, o artista por trás das galinhas de Porto

Arnaud Mattoso, escritor, jornalista e professor universitário em Ipojuca, lança mais uma obra: Carcará, o…
Leia mais

Alunos foram incentivados a estudar e escrever sobre a vida e obra literária de Antônio Vilaça

28.07.2015

O município de Limoeiro, em parceria com a Andelivros, realiza a sua I Bienal do Livro de Limoeiro. O evento está programado para o próximo mês de agosto, de 12 a 16, no Colombo Sport Club, e deverá movimentar toda a região da Mata Norte e Agreste Setentrional, em torno do lançamento de livros e palestras. A feira tem como um os destaques o lançamento de publicação reunindo textos de estudantes da rede pública de ensino. Os alunos foram incentivados a estudar e escrever sobre a vida e obra literária de Antônio Vilaça, ilustre escritor e morador do município, que faria cem anos neste 2015. A publicação será lançada na noite do dia 13 de agosto.

Antônio Vilaça e seu filho, Marco Vinicios Vilaça, são os dois homenageados da feira. O imortal da Academia Brasileira de Letras já confirmou presença na Bienal. Ele participará de mesa-redonda com a participação do também escritor José Paulo Cavalcanti Filho. Vilaça apresentará a obra e vida do seu pai; enquanto o advogado e especialista em Fernando Pessoa destacará a trajetória e o legado de Marcos Vilaça para a literatura brasileira. O encontro está reservado também para o segundo dia do evento, 13 de agosto.

Alguns outros nomes já estão confirmados na Bienal do Livro de Limoeiro, a exemplo do escritor pernambucano Raimundo Carrero e da sexóloga Laura Muller, famosa por suas participações no programa Altas Horas e autora de diversas obras sobre sexualidade e adolescência. Carrero ministrará sua oficina literária, que terá inscrições gratuitas. Outro momento bastante esperado no evento será a tarde do sábado (15/8) o debate a ser mediado pelo radialista Maciel Júnior, que é limoeirense. Ele comandará um papo sobre literatura e futebol, que já tem as presenças confirmadas dos jornalistas e escritores Marcelo Cavalcante (Rede Globo), Álvaro Filho (Blog do Torcedor, do postal NE10) e Samarone Lima.

O jornalista Marcelo Cavalcante participa ainda de outro momento que promete ser bastante disputado na bienal. Na manhã do sábado, em debate, ele fala da experiência de lançar livro infantil em parceria com a filha, Marina, de anos. Marina e O Passarinho Perdido, título da publicação, foi editado no formato cartonera, queconsiste na confecção artesanal de obras como forma de baratear a produção e ao mesmo tempo oferecer um produto diferenciado, com novas possibilidades. O livro de Marina, por exemplo, ilustrado com desenhos feitos pela própria autora, convida a garotada a pintar os personagens da história a seu gosto.

Na tarde do domingo, será a vez da também jornalista, Ângela Belfort, lançar na cidade o seu livro Nelson Ferreira – O Dono da Música, biografia do maestro pernambucano. Ângela aproveitará a ida à cidade para ministrar palestra sobre o autor das sete Evocações em ritmo de frevo. Também na tarde de domingo, outro jornalista, Cícero Belmar (ambos atuam no JC), lança o seu romance Umbelina e sua Grande Rival, muito bem definido por Raimundo Carrero como “um romance na mais exata e rigorosa classificação da narrativa tradicional brasileira”. Na obra, o bodocoense Belmar mistura personagens reais e fictícios, como o repentista Pinto do Monteiro, para narrar as aventuras de um povo do Sertão. O livro foi contemplado com o Prêmio Lucilo Varejão, da Secretaria de Cultura da Cidade do Recife, em 2001.

A Bienal de Limoeiro conta ainda com uma vasta programação com lançamentos de autores da região, sessões de contação de histórias e a apresentação da peça O Fantástico Mistério de Feiurinha, com o grupo limoeirense Galpão das Artes. A programação artística inclui ainda dois shows: na noite de sábado, Maciel Melo comanda o forró e, no domingo à noite, encerrando a bienal, Geraldo Maia se apresenta. Ambos os artistas também autografam obras no evento.

Bienal do Livro de Limoeiro é lançada nesta terça-feira

09.06.2015

11115238_799515466823232_6257876471486713318_o

O município de Limoeiro, em parceria com a Andelivros, lançou na manhã desta terça-feira (9), na Faculdade de Ciências Aplicadas de Limoeiro (Facal), I Bienal do Livro de Limoeiro. O evento está programado para o mês de agosto, de 12 a 16, no Colombo Sport Club, e deverá movimentar toda a região da Mata Norte e Agreste Setentrional, em torno do lançamento de livros e palestras. No evento estavam presentes o presidente da Andelivros, José Alventino, o prefeito de Limoeiro, Tiago Cavalcanti, a secretária de educação, Rosejara Ramos, o deputado estadual, José Humberto, e Paulo Gustavo, da Fundaj.

11412078_799515590156553_7433357840331501951_o
O anúncio da feira teve como destaque a apresentação de edital de concurso literário para estudantes da rede pública de ensino. Os alunos serão incentivados a estudar e escrever sobre a vida e obra literária de Antônio Vilaça, ilustre escritor e morador do município, que faria cem anos neste 2015. Os melhores textos serão publicados em livro a ser lançado na Bienal.

Antônio Vilaça e seu filho, Marco Vinicios Vilaça, são os dois homenageados da feira. O imortal da Academia Brasileira de Letras já confirmou presença na Bienal.

Alguns nomes já estão confirmados na feira, a exemplo do escritor pernambucano Raimundo Carrero e da sexóloga Laura Muller, famosa por suas participações no programa Altas Horas e autora de diversas obras sobre sexualidade e adolescência.

 

I Bienal do Livro de Pesqueira começa nesta terça-feira, 09.12

09.12.2014

A magia dos livros vai contagiar os leitores do Agreste e do Sertão pernambucano, no período de 9 a 13 deste mês, na I Bienal do Livro de Pesqueira. Com entrada franca, a vasta programação do evento será composta pela participação de grandes editoras e distribuidoras de livros do País, palestras, debates, lançamentos de livros, noites de autógrafos, shows artísticos e atividades culturais. A festa literária é uma realização da Andelivro (Associação do Nordeste das Distribuidoras e Editoras de Livros) em conjunto com a Prefeitura de Pesqueira,  através da Secretaria de Educação do município e Fundação Zeferino Galvão.
A I Bienal do Livro de Pesqueira rende homenagem póstuma ao jornalista, escritor e historiador pesqueirense Zeferino Galvão, que foi acadêmico da Academia Pernambucana de Letras e membro do Instituto Arqueológico, Geográfico e Histórico Pernambucano, e a poetisa Djanira Silva, que estará presente no evento lançando o seu último livro.
Segundo o presidente da Andelivros, Alventino Lima, além do evento movimentar a cidade economicamente, com a geração de empregos diretos e indiretos, ele mexe com a vida cultural da região. “A Bienal não é apenas uma feira do livro, onde estamos reunindo editoras locais e nacionais, também temos uma programação cultural, com palestras, oficinas e lançamentos de livros muito grande”.
A festa literária contará ainda com as seguintes áreas: espaço do professor, destinado aos debates e apresentações de trabalhos acadêmicos;  Casa do Escritor, com a divulgação de trabalhos de autores da Região; Vila da Criança; Espaço Jovem, além da praça de alimentação. A I Bienal do Livro de Pesqueira faz parte das ações do Circuito Literário de Pernambuco – Clipe, projeto que se propõe a percorrer todo o Estado, proporcionando aos estudantes, professores e ao público em geral uma ampla e rara oferta de livros.
Programação da Bienal
A solenidade de abertura da I Bienal do Livro de Pesqueira será às 16h30 horas, desta terça-feira (dia 9/12). Às 17 horas acontecerá o lançamento dos livros “O Computador que Queria Ser Gente”, de Homero Fonseca; “Dicionário do Nordeste”, de Frede Navarro; e “A Empregada da Rua Nova”, de Carneiro Vilela, editados pela Companhia Editora de Pernambuco. Às 19 horas, a sexóloga Laura Muller, uma das atrações do Programa Altas Horas, fará palestra no Auditório Magnífico Reitor Professor Potiguar Matos. Um dos destaques da bienal serão as oficinas literárias do escritor Raimundo Carrero, cujas inscrições serão anunciadas na abertura do evento.
Na quarta-feira (dia 10/12), a programação da I Bienal do Livro de Pesqueira terá início às 10 horas da manhã com contação de história e exibição dos documentários “Índios Xucurus”, “Brasil Cinco Séculos de História”, “Educadores” e “Cultura da Cana de Açúcar”, produzidos pela Massangana Multimídia Produções da Fundação Joaquim Nabuco. Às 14 horas acontecerá contação de histórias e exibição dos documentários “Poetas Repentista” e “Coleção Teatro” volumes um, dois e três. Às 17 horas, haverá o lançamento do “Coletânea de Poesias, Poemas, Contos e Crônicas”, de Maria José Oliveira; às 18 horas, será lançado o livro “Vitrais da Palavra”, de Maria José Torres; às 19 horas, lançamento do livro “Cosendo Palavras Soltas”, de Jaqueline Torres; e às 20h30, lançamento do livro “Memórias da Luta Camponesa”, do jornalista Evaldo Costa.
A programação da quinta-feira (dia 11) terá início às 10 horas, com contação de história para alunos das escolas da rede de ensino municipal e exibição do documentário “Conhecer para Preservar: Educação Patrimonial”, onde são destacados as cidades de Igarassu, Cabo de Santo Agostinho, Olinda, Penedo-AL e Diamantina-MG”. Na parte da tarde, a partir das 14 horas, haverá contação de história e exibição de documentários da Fundação Joaquim Nabuco. A partir das 17 horas irão acontecer os lançamentos dos livros: “Patronos da Academia Pesqueirense de letras e Artes” e “Impressões do meu canto, crônicas e memórias Gazeta de Pesqueira 1905-1917 – Anízio Galvão”, de Gilvan de Almeida Maciel. Em seguida, às 18 e 19h30 horas serão lançados os livros: “A voz das ruas, para a reforma dos políticos do Brasil”, do professor José Luiz Delgado; e “Refém da Seca”, de Magno Martins.
Para a sexta-feira (dia 12), a programação da I Bienal do Livro de Pesqueira também terá início às 10 horas com o projeto contação de história e exibições dos documentários: “Crianças no Furação” e “Produção Cultural e Propriedade Intelectual”, da Massangana Multimídia Produções da Fundação Joaquim Nabuco. Os lançamentos dos novos livros terão início às 16h30, com “Lá no Sertão”, de Bruna Ranyere Araújo; às 17h30 será a vez do lançamento do livro “como capturar Lampião”, de Luiz Ruben, 18h30 “História de Pesqueira – volume dois”, de Marcelo Oliveira; às 20 horas, a poetisa Djanira Silva autografará o livro “Saudade presa”; e às 20h30 horas, os cantadores repentistas Sebastião Dias e Zé Carlos do Pajeú farão o lançamento do livro intitulado “Cantoria de violão”.
No sábado (dia 13), último dia da bienal, a programação terá início às 10 horas, com o lançamento do livro “O esgar da fortuna”, de Walter Alves Ramalho; às 10 horas acontecerá contação de histórias e exibições de documentários da Massangana Multimídia Produções da Fundação Joaquim Nabuco. A partir das 11 horas irão acontecer os lançamentos dos livros “Um ensaio de geografia urbana: a cidade do Recife”, de Josué de Castro; “Arredores do Recife”, de Pereira da Costa; “Caminhando numa cidade de luz e sombras”, de Fabiana Bruce; “Casa da Cultura de Pernambuco: uma genealogia socioespacial”, de Cristiano Nascimento, editados pela Editora Massangana da Fundação Joaquim Nabuco; às 12 horas será lançado o livro “Estimbungando nas histórias do meu interior”, de José Cláudio Maciel Freire. A partir das 14 horas acontecerão contação de histórias e exibição de documentários da Fundação Joaquim Nabuco para alunos da rede municipal de ensino e oficinas de contação de histórias para professores; às 16 horas, o jornalista Carlos Sinésio fará o lançamento do livro “Sonetos livres”; às 18 horas, Ana Lígia Lira autografará o livro “O diário do silêncio” e às 20 horas, o cantor, poeta e compositor Maciel Melo fará o lançamento do livro “A poeira da estrada” e um pocket-show com os seus principais sucessos, encerrando o evento com o autêntico forró.

Página 3 de 1312345...10...Última »